sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Diosa de Ébano



Diosa de Ébano

No momento da lágrima lá vem ela
Com um sorriso e um beijo
Balançando feliz, acariciando nosso rosto
Brilho no olhar, refletindo dor e perdas
Ensinando como sobreviver

Lá vem ela cantando
Sem olhar a quem agrada, só quer ser feliz
Faz feliz quem está por perto

Voz criança
Olhar luminoso
Gesto de carinho e afeto
Alegria, balanço e contágio
Ela tem o que ninguém tem

Ela vem, ela envolve, ela é encanto
Vem no balanço da raça, do amor, do carinho
Se todos fossem como ela, não haveria guerra

Tem a lágrima no rosto, mas cobre o sorriso do moço
Na memória ainda reflete o chicote bandido
Açoitada, mas nunca dominada...ressurge luminosa
Ensina como lutar, perder, mas ganhar
Assim ela vai mudando o mundo

Luz bendita da alma sofrida que aceita a prova
Numa carne que sofre preconceitos
Mas que carrega os vencedores da paz.

Ghost 

(Texto baseado na música Ella Elle L'a - France Gall)


video